Entre em contato












  • Alameda Santos, 211 - Conj. 1410 - Paraíso - SP.

Tratamento Bucal para pacientes em quimio e radioterapia (oncológicos)

Para prevenir adequadamente os problemas bucais decorrentes da químio ou da radioterapia, é importante seguir corretamente a orientação de um profissional especializado.

Use escovas e técnicas adequadas

A gengiva poderá ficar sensível durante o tratamento oncológico. Por isso é indicado escovar os dentes com escovas macias ou extra-macias, com técnicas de escovação e usando fio/fita dental adequados, além de limpar a língua. Em suas consultas periódicas ao profissional especializado você receberá orientação quanto a melhor técnica de higienização que precisa realizar e qual a frequência ideal de manutenções para ter seus dentes e gengivas saudáveis.

Bochechos

O uso do enxaguatório antisséptico sem álcool é um importante auxiliar no combate às mucosites, infecções e inflamações.

Proteção dos Lábios

Manter os lábios bem hidratados para evitar rachaduras é mais fontes de infecção.

Por que Cuidar da Saúde Bucal …

Durante o tratamento oncológico é muito importante que seja feito o acompanhamento odontológico preventivo é curativo, pois a boca é um dos locais mais afetados.

A químio e/ou a radioterapia são indispensáveis para alguns tipos de doenças porque inibem as células neoplásicas ou acabam por destruí-las completamente. Mas essas terapias não diferenciam as células saudáveis é, portanto, são frequentemente acompanhadas de efeitos colaterais.

A quimioterapia afeta as células que se dividem rapidamente como as que fazem parte da cavidade oral e do trato digestivo. Isso pode resultar em inflamação e ulceração da boca é do trato digestivo, causando dor e desconforto.

A radioterapia pode causar dor e secura na boca. Em muitos casos, após o tratamento, ocorre a redução dos níveis das células de defesa (glóbulos brancos), criando uma chance maior de desenvolver infecções orais como candidíase ou herpes. Entre as complicações mais comuns estão as MUCOSITES. São feridas (lesões) muito dolorosas que interferem na alimentação e podem causar desnutrição do paciente, podendo levar a alterações do tratamento e até a sua interrupção. Podem ocorrer ainda: boca seca (xerostomia), infecções fúngicas, alterações de paladar, alterações funcionais (fala, deglutição e abertura de boca - trismo) é chance maior de cáries de rápida progressão.

Como Fazer um Tratamento Odontológico em Paciente Oncológico?

Os principais cuidados bucais são com o estabelecimento de uma boa higiene oral, mantendo sempre a boca limpa, úmida e confortável. Esses cuidados orais são importantes para reduzir ou até mesmo prevenir e a frequência é a severidade das complicações orais como a mucosite.

Antes da Terapia Oncológica

O acompanhamento de um profissional especializado previamente ao tratamento oncológico pode excluir é corrigir possíveis focos infecciosos como as cáries, próteses mal ajustadas é outras patologias bucais.

É recomendado utilizar uma ou duas semanas antes do tratamento oncológico um enxaguatório antisséptico sem álcool específico, pois álcool é extremamente prejudicial ao paciente, podendo agravar ainda mais os problemas bucais.

Existem produtos no mercado que não contém lauril sulfato de sódio (LSS) e, portanto, não ressecam nem descamam a mucosa oral.

Durante a Terapia Oncológica

Os cuidados com a higiene oral devem continuar durante o tratamento oncológico, pois podem ocorrer úlceras ou lesões na mucosa bucal, sendo necessário um antisséptico de alta concentração, indicado pelo profissional especializado.

A redução dos mecanismos de proteção pode ocasionar também xerostomia (boca seca).

O uso de hidratantes salivares combate a secura da boca, restabelecendo o equilíbrio salivar e proporcionando uma sensação de umidade é conforto, além de prevenir cáries é doenças periodontais.

Após a Terapia Oncológica

Para a manutenção diária das gengivas são necessárias visitas periódicas ao profissional especializado, que cada caso, como pastas é enxaguatórios específicos que promovem a revitalização e o fortalecimento da gengiva debilitada.

Marque uma consulta

Preencha corretamente os campos marcados